Empresário quer expulsar índios da ocupação Parque das Tribos para construir um Minha Casa, Minha Vida que não existe

| 09/07/2016 às 03:31

RELACIONADAS

 

Comentários

  1. Isael Munduruku disse:

    Apenas o juiz da 3 Vara Federal da Seção Judiciária do Amazonas não entende isso. Que pena, mas estamos aguardando o julgamento do agravo de instrumento proposto pela União dos Povos Indígenas de Manaus – UPIM e pela DPU, através da Dra. Danielle Delgado Gonçalves que é advogada dos indígenas, neste processo. Acompanho este caso a três anos e posso afirmar que esta área é de ocupação tradicional indígena. Atuam neste processo a UPIM como representante dos indígenas, o MPF, a FUNAI como assistente processual e a DPU, todos com o único objetivo de garantir o resguardo constitucional do direito à moradia e principalmente o respeito às tradições dos Povos Indígenas.

Deixe seu comentário

Leitores e leitoras, seus comentários são importantes para o debate livre e democrático sobre os temas publicados na agência Amazônia Real. Comunicamos, contudo, que as opiniões são de responsabilidade de vocês. Há moderação e não serão aprovados comentários com links externos ao site, ofensas pessoais, preconceituosas e racistas. Agradecemos.

Translate »