. Foto: Diogo Lagroteria.

Onça parda filhote. Foto: Diogo Lagroteria.

 

O animal que ilustra a primeira página do website da agência Amazônia Real é a onça parda Lucius. Ele foi resgatado de uma fazenda do município de Nova Olinda do Norte (distante a 135 quilômetros de Manaus), onde era criado por empregados como animal doméstico.

A mãe do filhote fora abatida por caçadores, prática comum na Amazônia. Também chamada de sussuarana, a espécie está na lista de animais em extinção desde 2003.

O filhote de onça parda (Puma concolor) chegou à sede do Ibama, em Manaus, no dia 16 de janeiro de 2013, trazido pelo filho do dono da fazenda. Tinha aproximadamente dois meses de vida. Ainda era um “bebezinho”, parecia um gatinho doméstico um pouco mais encorpado.

Foi amamentado pelo veterinário e analista ambiental do Ibama, Diogo Faria Lagroteria, autor da fotografia.
Durante seu período na fazenda em Nova Olinda do Norte, o animal era chamado de Lucy, pois os empregados achavam que era uma fêmea. No Ibama, após os exames atestarem tratar-se de um macho, recebeu o nome de Lucius.

Nesta foto tirada por Lagroteria, Lucius estava com aproximadamente quatro meses. O registro foi feito em um areal da BR-174 (Manaus-Boa Vista).

Lucius permaneceu até meados de outubro de 2013 na sede do Ibama, em Manaus. Estava com 40 quilos e media 1,40 cm do focinho ao rabo. Por não ter condições de voltar à natureza, foi encaminhado para o Zoológico de Volta Redonda, no Rio de Janeiro. (Elaíze Farias).

O tratador de animais do Ibama Francisco de Assis cuidou da onça parda Lucius (Foto: Alberto César Araújo/AmReal)

O tratador de animais do Ibama Francisco de Assis cuidou da onça parda Lucius (Foto: Alberto César Araújo/AmReal)

 

Translate »