Flona Jamanxim

Depois de mais de um ano de paralisação, guerreiros indígenas abrem picadas e instalam placas na mata, mas encontram território que continuou sendo ameaçado por invasões de madeireiros e garimpeiros. (Foto acima cedida por Alessandra Korap Munduruku) Belém (PA) – Depois de um ano parados por causa da pandemia da covid-19, os Munduruku do Médio […]

18/08/2021 10:05

Carregar mais