×

Soidariedade

FÁTIMA GUEDES Com o avanço da domesticação virtual sobre nossa subjetividade colona, o final de 2015 extrapolou na mecanização de mensagens de feliz natal e próspero ano novo. Aquela espontaneidade natural recheada de poesia, de amorosidade que contagiava e aproximava carinhosamente amigos e parentes, entra em fase de extinção e cede lugar aos “zapzaps e […]

07/01/2016 19:11

Carregar mais
Translate »