Cultura

Exposição “Amazônia | Os Extremos” começa temporada no Bosque da Ciência do INPA

13/04/2017 02:48

Mostra faz parte da programação dos eventos do projeto sobre Mudança climática da Amazônia Real e já contou com as participações de mais de 900 pessoas (Foto de autoria de Raphael Alves)

 

A segunda parada da itinerância da exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência  do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), na zona sul de Manaus. Com fotos e vídeos, a mostra faz um alerta sobre a destruição da Floresta Amazônica causada pelos desmatamentos, queimadas e garimpos. Em três dias, a exposição já foi visitada por mais de 700 pessoas.

Patrocinada por um prêmio concedido pela Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil, a exposição inclui também fotografias da escassez de água potável nas secas e de enchentes nas regiões ribeirinhas, fenômenos provocados por eventos climáticos extremos que comprometem o regime de chuvas na Amazônia.

Como parte da programação da exposição, a agência Amazônia Real promove nesta quinta-feira (13) o bate-papo sobre o tema mudança climática no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência tendo como convidados o repórter fotográfico Raphael Alves, a liderança indígena Francinara Soares Baré, da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), e a pesquisadora titular do INPA na Coordenação de Sociedade Saúde e Ambiente, Ana Carla Bruno. As vagas são limitadas para 50 pessoas.

No mês de abril, a entrada no Bosque da Ciência é gratuita em comemoração ao aniversário de 22 anos do espaço. Saiba mais aqui.

Imagens impactantes

Pesquisadora Rita Mesquita, coordenadora de Extensão do INPA (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)

Pesquisadora Rita Mesquita, coordenadora de Extensão do INPA (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)

Na abertura da exposição no Paiol da Cultura no domingo (9), a coordenadora de Extensão do INPA, pesquisadora Rita Mesquita disse que as fotografias da exposição Amazônia | Os Extremos são muito impactantes. “Elas nos preocupam porque estão [os fotógrafos] documentando uma realidade que está em curso na Amazônia hoje. Então essa exposição é um momento de reflexão para vocês [os visitantes] dentro do Bosque da Ciência, que é um espaço da divulgação científica do Inpa e da educação ambiental”.

Para a editora-executiva da Amazônia Real, jornalista Kátia Brasil, a parada da exposição no INPA tem um significado muito importante na parceria pela visibilidade da Amazônia entre os jornalistas e cientistas. “É [o INPA] a casa dos cientistas que estudam como funciona a biodiversidade da Amazônia e como a floresta é impactada pela atividade humana, temas recorrentes de nossas reportagens. Muitos desses cientistas, como o Philip Fearnside, são parceiros do nosso projeto desde a fundação, em 2013. Trazer essa exposição para dentro do bosque é exercitar a função social do jornalismo, da fotografia e da ciência”, disse.

A exposição faz parte da programação do debate Mudança climática e seu impacto nas populações tradicionais da Amazônia. O que esperar? e iniciou a itinerância no mês de março no Instituto Cultural Brasil – Estados Unidos (ICBEU), onde aconteceu também o evento. O debate reuniu indígenas, ribeirinhos e cientistas, entre eles, Foster Brown, da Universidade Federal do Acre, Philip Fearnside, do Inpa, Paulo Moutinho, do IPAM, as lideranças João Paulo Barreto, do Alto Negro (AM), e Davi Kopenawa Yanomami, Mayra Wapichana e Sineia Vale, de Roraima, além do líder comunitário Doramir da Cunha e sua filha, Doramice Cunha, ambos da Comunidade do Jatuarana, no rio Amazonas. 

A mostra Amazônia | Os Extremos  é composta por 40 fotografias nos tamanhos A2 e A3+ padrão fine art que trazem à memória visual dos fenômenos naturais como as secas e enchentes, assim como dos impactos ambientais do desmatamento e das queimadas pelos olhares e lentes de 12 profissionais: Odair Leal (Acre), Alberto César Araújo, Chico Batata, Joel Rosa, Raphael Alves e Orlando Júnior (Amazonas), Jorge Macêdo (Roraima), Marcela Bonfim (Rondônia), Paulo Santos, do Acervo H (Pará), Ana Mendes (Maranhão), Flávio Forner, do InfoAmazônia (São Paulo) e Pablo La Rosa (Uruguai). 

 

Bate-papo no Paiol

Os bate-papos da exposição começaram no mês de março no Icbeu, onde foram realizados três eventos com os temas: Fotografando secas e cheias; Jornalismo independente e inovador, Secas recorrentes. Juntando com o público que visitou a mostra no Icbeu e no Paiol da Cultura, desde o último domingo (9), as programações do projeto debate Mudança climática e seu impacto nas populações tradicionais da Amazônia. O que esperar?, a exposição  Amazônia | Os Extremos já contou com as presenças de mais de 900 pessoas.  “Esse resultado indica que estamos dando visibilidade as questões da Amazônia, que é a nossa missão, e aproximando o público da sua própria realidade, apesar de muitos amazônidas não se sentirem pertencentes a ela. Eu vivo na Amazônia e pertenço a ela, então é nosso dever encontrar formas de preservar a floresta e suas populações tradicionais, que no nosso caso [da Amazônia Real] é pelo jornalismo independente na internet, pela justiça social e pela defesa dos direitos”, diz Kátia Brasil.

 

Serviço:

A visitação da exposição Amazônia | Os Extremos no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência:

Local: Av. Bem Te Vi (antiga Rua Otávio Cabral), no. 1.

Bairro Petrópolis (anexo à Sede do INPA).

De terça a sexta das 9h às 12h e das 14h às 16h30.

Aos sábados e domingos das 9h às 16h.

Segundas-feiras e feriados o bosque é fecha para manutenção.

Entrada: o ingresso para visitante custa R$ 5. Crianças até
dez anos e idosos acima de 60 anos são isentos. Visitas de grupos escolares, universidades, organizações religiosas e sociais também não pagam, mas precisam agendar.  Veja aqui os procedimentos.

Para visitação guiada pelo curador da exposição marcar pela manhã no telefone (92) 982075542 (também no whatsapp). Os dias são segunda, sexta e nos finais de semana.

 

Veja fotos da abertura da exposição no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência/INPA

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Raphael Alvesl)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Raphael Alvesl)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), na zona sul de Manaus (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)

 

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), na zona sul de Manaus (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Alberto César Araújo/Amazônia Real)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Raphael Alvesl)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Raphael Alvesl)

Alberto César e Raphael Alves na exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Amazônia Real)

Alberto César e Raphael Alves na exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Amazônia Real)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Raphael Alvesl)

Exposição de fotografia Amazônia | Os Extremos, realizada pela Agência de Jornalismo Independente Amazônia Real, começou no domingo (9) e vai até 7 de maio no Paiol da Cultura do Bosque da Ciência do INPA, na zona sul de Manaus (Foto: Raphael Alvesl)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

Leitores e leitoras, seus comentários são importantes para o debate livre e democrático sobre os temas publicados na agência Amazônia Real. Comunicamos, contudo, que as opiniões são de responsabilidade de vocês. Há moderação e não serão aprovados comentários com links externos ao site, ofensas pessoais, preconceituosas e racistas. Agradecemos.

Translate »