Philip

Philip Martin Fearnside

Autor

É doutor pelo Departamento de Ecologia e Biologia Evolucionária da Universidade de Michigan (EUA) e pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em Manaus (AM), onde vive desde 1978. É membro da Academia Brasileira de Ciências. Recebeu o Prêmio Nobel da Paz pelo Painel Intergovernamental para Mudanças Climáticas (IPCC), em 2007. Tem mais de 600 publicações científicas e mais de 500 textos de divulgação de sua autoria que podem ser acessados aqui. https://philip.inpa.gov.br

As estradas são o motor mais poderoso do desmatamento [1-5]. A construção ou melhoria de uma estrada aumenta a migração para a área de acesso, aumenta a lucratividade da agricultura e da pecuária e aumenta muito o valor da terra, com consequente desmatamento especulativo e rotatividade de proprietários de terra em favor de atores mais […]

30/11/2020 15:23

Dinheiro de fontes como tráfico de drogas, roubo de carga de caminhões, corrupção governamental e renda não declarada às autoridades fiscais podem ser investidos no desmatamento amazônico com risco mínimo. Se os mesmos recursos fossem investidos na bolsa de valores ou em imóveis urbanos, a inconsistência com a receita declarada logo seria descoberta pelo fisco. […]

23/11/2020 17:18

Incentivos fiscais Nas décadas de 1970 e 1980, os incentivos fiscais oferecidos pelo governo brasileiro foram um dos principais fatores que motivaram o desmatamento por grandes pecuaristas [1, 2]. Os incentivos incluíam o direito de investir em fazendas amazônicas aprovadas o dinheiro que as empresas, de outra forma, pagariam como imposto sobre os lucros das […]

16/11/2020 19:14

Compreender as causas do declínio das taxas de desmatamento entre 2005 e 2012 é essencial para as lições de política que podem ser extraídas dessa experiência [1,2]. O governo brasileiro repetiu inúmeras vezes que essa queda é resultado da ação governamental de fiscalizar e multar quem desmata ilegalmente. No entanto, embora o declínio represente a […]

09/11/2020 16:34