Política

“Eu acho que funciona, né?”, diz paciente que ganhou remédio de piolho da Prefeitura de Manaus para curar Covid-19

Por Leanderson Lima Publicado em: 13/01/2021 às 22:21
“Eu acho que funciona, né?”, diz paciente que ganhou remédio de piolho da Prefeitura de Manaus para curar Covid-19
Leanderson
Leanderson Lima

É graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pelo Centro Universitário Nilton Lins. Tem MBA executivo em Gestão de pessoas e coaching, pelas Faculdades Idaam. Com 18 anos de experiência profissional, atuou por veículos como Jornal A Crítica, Correio Amazonense, Jornal do Commercio e Zero Hora (RS). Na televisão trabalhou na TV A Crítica, Rede TV! Manaus, e na rádio A Crítica, como comentarista. É o vencedor do Prêmio Petrobras de Jornalismo de 2015, com a reportagem “Chute no Preconceito”.

6 Comentários

  1. FRANCISCO DE PAULA SALDANHA disse:

    Bom dia! Tenho em meu poder três receitas de conhecidos que pegaram covid, uma do sus de BH com ivermectina e cloroquina do mês 03 /21, outra da Unimed e de Teófilo Otoni, com ivermectina do mês 12/20 e a última do HPM BH, mês 02/21 com ivermectina. Se não surtem efeitos, por que estão receitando????Quanto ao comprovado cientificamente, boldo, erva doce, chicória, funcho etc. não tem nenhuma comprovação científica, agora quem duvidar da eficácia desses remédios é por que nunca tomou!!!! É aí?!?!?

  2. VAGNER LOPES DE MACEDO disse:

    Esse médico seria da mesma turma que boicotou e acabou com a carreira do médico Ignaz Semmelweis. Obscurantismo travestido de conhecimento científico. Não sabe quem foi Semmelweis? Foi um médico ridicularizado pela classe médica no século XIX por ter defendido “o uso da hidroxicloroquina”… ooops, não foi isso!!! Ele defendia a assepsia (lavagem) das mãos antes de se fazer qualquer tipo de cirurgia, especialmente partos.
    Os médico da época diziam que lavar as mãos NÃO era ciência; não era recomendável; não tinha comprovações científicas. A recomendação para a prática de LAVAR AS MÃOS só passou a ser obrigatória em alguns países mais de 1 século depois da morte dele. No Brasil, só em 1980 a recomendação se tornou obrigatória.
    Quanto tempo será necessário para que o TRATAMENTO PRECOCE seja algo tão corriqueiro quanto lavar as mãos?

  3. sonia salles disse:

    Triste ver pessoas mentindo sobre um remédio sem eficácia. Só quem ganha são os laboratórios e seus garotos propaganda.

  4. Viviane disse:

    Eu moro na Suiça e sou médica
    Sua matéria é desatualizada e sem base científica!!!! O tratamento precoce sim é eficaz. Vá ler os 150 estudos publicados com
    Sucesso !

  5. xisto disse:

    Tem sido usado no pais inteiro.
    Ou só não funciona em Manaus ou as pessoas estão se curando por efeito placebo.
    Ainda acredito que tenha interesse por trás das mortes.
    Lamentavelmente.

  6. Luciana disse:

    Prezado comunicador,
    Gostei da matéria, mas faça uma relatando como estão as pessoas que fizeram o uso do tratamento precoce. Please

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.