Povos Indígenas

Garimpeiros atacam sede de mulheres Munduruku, no Pará

Por Tainá Aragão Publicado em: 25/03/2021 às 18:52
Garimpeiros atacam sede de mulheres Munduruku, no Pará
Tainá
Tainá Aragão

É manauara (AM) e Comunicadora Social-Jornalista pela Universidade Federal de Roraima (UFRR) e Universidade de Brasília (UnB). Estudou cinema documental na Universidad de La Habana (Cuba). Atualmente vive entre Brasília (DF) e Santarém (PA). Trabalha principalmente com temas sobre Direitos Humanos, Povos Tradicionais e Migração Latinoamericana. Participou da primeira Oficina de Jornalismo Socioambiental da Amazônia Real e Climate Tracker, em 2019. ([email protected])

1 Comentário

  1. Antonio Padilha disse:

    Que o governo cumpra seu dever de defender os territórios indígenas. Fora, garimpo!

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.