Amazônia Realidade

Há 38 anos Marlui Miranda foi vaiada por cantar música indígena no Teatro Amazonas

Por Elaíze Farias Publicado em: 25/08/2017 às 19:24
Há 38 anos Marlui Miranda foi vaiada por cantar música indígena no Teatro Amazonas
Elaize
Elaíze Farias

Cofundadora da Agência Amazônia Real e editora de conteúdo. Atuou como repórter em jornais de Manaus como A Crítica, Diário do Amazonas e Amazonas em Tempo. Especializou-se na produção de reportagens sobre temas socioambientais na Amazônia com enfoque em povos indígenas e povos tradicionais, direitos territoriais, direitos humanos, entre outros. Possui três premiações: Prêmio Imprensa Embratel, Prêmio Onça-Pintada de Jornalismo e Prêmio Fapeam de Jornalismo Científico. Foi assessora de imprensa da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab). É jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). ([email protected]/[email protected])

1 Comentário

  1. Avatar Zélia Castelo disse:

    Estava nesse dia no Teatro Amazonas e presencie esse triste episódio. Lamentável esse tipo de comportamento, que não aceita a sua origem. Essa é uma ótima oportunidade de pedir desculpas a Marli Miranda por a infeliz vaia de alguns que ali estavam. Foi um belíssimo show de um belo trabalho de pesquisa na música indígena e uma grande apresentação para o palco do Teatro Amazonas.

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.