Povos Indígenas

No Vale do Javari, lideranças Kanamari denunciam abandono das aldeias por profissionais de saúde

Por Elaíze Farias Publicado em: 28/12/2020 às 17:31
No Vale do Javari, lideranças Kanamari denunciam abandono das aldeias por profissionais de saúde
Elaize
Elaíze Farias

Cofundadora da Agência Amazônia Real e editora de conteúdo. Atuou como repórter na imprensa do Amazonas e especializou-se na produção de reportagens socioambientais na Amazônia com enfoque em povos indígenas e povos tradicionais, direitos territoriais, direitos humanos, impactos de grandes obras na natureza e nas populações amazônicas, entre outros assuntos. Possui Prêmio Imprensa Embratel, Prêmio Onça-Pintada de Jornalismo e Prêmio Fapeam de Jornalismo Científico. É jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). ([email protected]/[email protected])

2 Comentários

  1. Avatar elsa paula mesquita rossi disse:

    Os indígenas brasileiros estão relegados a uma situação de abandono.Com o avanço da pandemia os órgãos governamentais que deveriam obrigatoriamente darem assistENCIA A ESTAS PESSOAS, SIMPLESMENTE IGNORAM O QUE ACONTECE NAS TRIBUS OU POVOAÇÕES LOCALIZADAS EM PONTOS MUITO DISTANTES. o GOVERNO BRASILEIRO PRECISA TER RESPONSABILIDADE COM ESTES BRASILEIROS. QUEM MORA NESSAS LOCALIDADES DEVE MESMO TRAZER AO CONHECIMENTO DO RESTANTE DA POPULAÇÃO DO PAÍS COMO ELES ESTÃO SENDO TRATADOS. NOSSO RESPEITO AQUELES QUE APESAR DAS DIFICULDADES NÃO ABANDONAM SEUS POSTOS DE TRABALHO. SUGIRO AOS QUE TEM CONTATO COM CONGRESSISTAS QUE PEÇAM QUE DENUNCIEM EM SUAS CASAS LEGISLATIVAS O QUE ACONTECE NAS ALDEIAS. SÓ ASSIM OS RESPONSAVEIS TOMARÃO PROVIDENCIAS.QUE SUAS DIVINDADES OS PROTEJAM DE TANTOS ABUSOS.

  2. Avatar elsa paula mesquita rossi disse:

    Os indígenas brasileiros estão relegados a uma situação de abandono. Nums situação de pandemioa q

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.

RELACIONADAS