×
Questão Agrária

Operação resgata piaçabeiros de trabalho escravo no Amazonas

Amazonia Real Por Elaíze Farias Publicado em: 14/05/2014 às 18:01
Elaíze
Elaíze Farias

Cofundadora da Agência Amazônia Real e editora de conteúdo. É referência em reportagens sobre povos originários, populações tradicionais, denúncias de violações de direitos territoriais e direitos humanos, violências socioambientais e impactos de grandes obras na natureza e nas populações amazônicas. Entre as premiações recebidas, está o Prêmio Imprensa Embratel. Em 2021, foi homenageada no 16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), junto com Kátia Brasil, também fundadora da Amazônia Real. Em 2022, recebeu o Prêmio Especial Vladimir Herzog. É jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

3 Comentários

  1. Giustina Zanato disse:

    sem contar que as familias destes trabalhadores vivem mal e sem tern possibilidade de se beneficiar desse tabalho “escravo2 que nem tem condiòòes de sustento….vivi em barcelos e sei quanto è dura esta realidade das “viuvas brancas” casadas mas sem a convivencia com o esposo por muitos meses. Parabens pra quem ajuda a fazer mais justiça neste mundo e por este povo…

  2. Maria Magela Mafra de Andrade Ranciaro disse:

    Essa postura resgata a credibilidades institucional, sobretudo, diante daqueles que clamam por respeito e justiça social!

  3. Maria Magela Mafra de Andrade Ranciaro disse:

    Admirável iniciativa! Aliás, essa postura politica de órgãos institucionais certamente resgata a credibilidade social diante da falência porque passam determinados setores que deveriam, por honra e mérito, defender aqueles segmentos que clamam por respeito e justiça social.

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.