Dorothy Stang, dez anos de impunidade na Amazônia

| 05/01/2015 às 09:35

RELACIONADAS

 

Comentários

  1. ivan olivieri disse:

    abbiamo bisogno di questa gente,,,,, altrimenti il mondo muore

  2. Antonia Melo disse:

    Parabéns pela matéria tão viva e real da vida da minha amiga Dorothy, e as crueldades de mentes e ações assassinas contra sua vida a justiça socioambiental.

    Dorothy VIVE SEMPRE, SEMPRE!!!!!

  3. dario disse:

    Hoje o mundo está indignado e consternado com a invasão, atentado e mortes na sede um jornal francês que publicava e ridicularizava as religiões e seus ícones, santos, líderes inclusive o papa e Jesus Cristo. É claro que quem comete atos extremados como estes, deve ser punido, e com certeza os autores pagarão caro. Mas e os autores e mandantes das mortes de mártires da terra no Brasil (mortos covardemente, Padre JOSIMO, CHICO MENDES, IRMÃ DOROTHY, etc.etc.etc..) infelizmente a justiça em nosso país é viciada, lenta, corporativa, branda e arcaica. Existe um clima de impunidade e os crimes por posse da terra continuam ocorrendo, pois os fortes(capitalistas) não temem a fraca justiça brasileira. Graças a reportagens como essa, que este crime ainda não caiu no esquecimento.

Deixe seu comentário

Leitores e leitoras, seus comentários são importantes para o debate livre e democrático sobre os temas publicados na agência Amazônia Real. Comunicamos, contudo, que as opiniões são de responsabilidade de vocês. Há moderação e não serão aprovados comentários com links externos ao site, ofensas pessoais, preconceituosas e racistas. Agradecemos.

Translate »