Juarez Silva Jr.

A “jaboticaba amazonense” e o triste novembro para a consciência negra

Amazonia Real Por Juarez Silva Jr Publicado em: 22/11/2021 às 20:17
A “jaboticaba amazonense” e o triste novembro para a consciência negra
Citações
O elemento “negro” amazônida é de há muito indesejável e negado, quer pela diferença da matriz econômica da antiga colônia portuguesa do Grão-Pará e Maranhão, que não fazia parte do estado do Brasil e só foi anexada ao Império brasileiro no pós-independência; quer pela ideia arraigada que a região era habitada apenas por indígenas, brancos e a sua mescla.
Juarez
Juarez Silva Jr

Juarez Silva Jr. é um ativista, escrevinhador digital e apaixonado pela Amazônia, radicado em Manaus desde 1991. Tem graduação em Processamento de Dados pela Universidade de Taubaté, em São Paulo. Trabalhou e lecionou diretamente na área de tecnologia da informação por duas décadas, migrando para a área de Educação a Distância na qual é especialista pela Universidade Católica de Brasília. Também é Mestre em História pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Atua nos movimentos de negritude e é estudioso da temática e história das relações raciais e cultura afrobrasileira e africana, movimentos sociais e Direitos Humanos. Foi conselheiro estadual de Direitos Humanos e é servidor público de carreira. Escreve sobre tecnologia, história, relações raciais, atualidades, sociedade e cultura.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.