Meio Ambiente

Amazonas enfrenta segunda cheia extrema em menos de um ano

Amazonia Real Por Gabriel Ferreira Publicado em: 22/05/2022 às 19:58
Amazonas enfrenta segunda cheia extrema em menos de um ano
Citações
“A gente observa que existe a probabilidade de que o rio Negro atinja as cotas máximas observadas no ano passado, embora ela não seja tão grande”

“Além da inundação, a gente teve problema de alagamento. A diferença de alagamento para inundação está associada à subida do nível do rio e aí sempre os ribeirinhos vão ser afetados. Já o alagamento está associado à incapacidade do sistema de drenagem da cidade de escoar um determinado volume de chuvas”
(Pesquisadora Luna Gripp, do Serviço Geológico do Brasil -CPRM)

“Com o aumento da temperatura, a atmosfera tem mais energia, seja na forma de vapor de água, seja no calor sensível. Uma consequência deste processo é que se antecipam as chuvas mais fortes e as secas mais fortes”

(Pesquisador Foster Brown, do Parque Zoobotânico da Universidade Federal do Acre - Ufac)
Local de Cobertura
Gabriel
Gabriel Ferreira

Gabriel Ferreira é jornalista parintinense, mestrando no Programa de Pós-Graduação Sociedade e Cultura na Amazônia( PPGSCA/ Ufam). Trabalhou como repórter do caderno de esportes Craque do Jornal A Crítica e foi colaborador da Rede de Notícias da Amazônia (RNA). É colaborador da Amazônia Real e também escreve para os sites BNC Amazonas e Ecoa/UOL.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.