Meio Ambiente

Ampliação da Hidrovia Araguaia-Tocantins ameaça ribeirinhos

Por Fábio Zuker Publicado em: 17/07/2019 às 19:15
Ampliação da Hidrovia Araguaia-Tocantins ameaça ribeirinhos
Fábio
Fábio Zuker

Jornalista e antropólogo, é mestre em Ciências Sociais pela EHESS-Paris e doutorando em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo, com pesquisa realizada no Baixo Tapajós (Pará). Como jornalista, colabora com a agência Amazônia Real desde 2017, e já escreveu para meios como National Geographic Brasil, revista Piauí, Le Monde Diplomatique Brasil, Agência Pública, Nexo Jornal, revista PISEAGRAMA, O Estado da Arte, entre outros. É autor dos livros "Vida e Morte de uma Baleia-Minke no interior do Pará e outras histórias da Amazônia" (PS, 2019) e "Em Rota de Fuga" (Hedra, 2020).

1 Comentário

  1. Avatar Frederico Guilherme Valim da Silva disse:

    Esse é um típico caso sem solução, pois de um lado está o avanço econômico e do outro o impacto sócio ambiental. A engenharia tem solução para isso (preservar o Pedral do Lourenço), mas não sei se é viável economicamente. Um cenário ideal (sonho) seria essa hidrovia funcionando a todo vapor, gerando riqueza para toda região, através de royalties das empresas beneficiadas para todas as cidades as margens do rio Tocantins, gerando impactos positivos sócio econômico para a região.

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.

RELACIONADAS