Philip M. Fearnside

As estradas são o motor mais poderoso do desmatamento [1-5]. A construção ou melhoria de uma estrada aumenta a migração para a área de acesso, aumenta a lucratividade da agricultura e da pecuária e aumenta muito o valor da terra, com consequente desmatamento especulativo e rotatividade de proprietários de terra em favor de atores mais […]

30/11/2020 15:23

Dinheiro de fontes como tráfico de drogas, roubo de carga de caminhões, corrupção governamental e renda não declarada às autoridades fiscais podem ser investidos no desmatamento amazônico com risco mínimo. Se os mesmos recursos fossem investidos na bolsa de valores ou em imóveis urbanos, a inconsistência com a receita declarada logo seria descoberta pelo fisco. […]

23/11/2020 17:18

Incentivos fiscais Nas décadas de 1970 e 1980, os incentivos fiscais oferecidos pelo governo brasileiro foram um dos principais fatores que motivaram o desmatamento por grandes pecuaristas [1, 2]. Os incentivos incluíam o direito de investir em fazendas amazônicas aprovadas o dinheiro que as empresas, de outra forma, pagariam como imposto sobre os lucros das […]

16/11/2020 19:14

Compreender as causas do declínio das taxas de desmatamento entre 2005 e 2012 é essencial para as lições de política que podem ser extraídas dessa experiência [1,2]. O governo brasileiro repetiu inúmeras vezes que essa queda é resultado da ação governamental de fiscalizar e multar quem desmata ilegalmente. No entanto, embora o declínio represente a […]

09/11/2020 16:34

De 1988 a 1991, o desmatamento caiu pela metade na época do aprofundamento da recessão econômica sob o então presidente Fernando Collor, culminando em 1990 com o governo decretando um “empréstimo compulsório”, se apropriando dos saldos das contas bancárias da população, assim tornando recursos indisponíveis para investimento em desmatamento (entre outros efeitos). O desmatamento aumentou […]

03/11/2020 16:45

As taxas de desmatamento na Amazônia brasileira têm variado amplamente ao longo das décadas desde o início da construção da Rodovia Transamazônica (BR-230) em 1970, dando início à era “moderna” do desmatamento. Entre 1978 (o ano das imagens para o primeiro levantamento do satélite LANDSAT) e 1988 (o próximo levantamento completo), o desmatamento foi em […]

26/10/2020 20:05

O desmatamento na Amazônia brasileira é importante para a vida em todo o mundo, tanto humana quanto não humana. Os impactos do desmatamento incluem a perda de serviços ambientais que, embora essas perdas afetem o mundo inteiro, afetam mais o Brasil (e.g., [1, 2]). Os serviços ambientais da floresta amazônica incluem seus papéis no armazenamento […]

19/10/2020 16:16

“Desmatamento” refere-se à conversão de “floresta” em “não-floresta”, e o significado do termo, portanto, depende do que é considerado uma “floresta”. As distinções semânticas frequentemente confundem as discussões sobre desmatamento. O desmatamento em dados oficiais brasileiros, como os do Projeto de Monitoramento do Desmatamento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (PRODES), do Instituto Nacional de […]

14/10/2020 15:31

Impactos em grande escala A reconstrução da rodovia BR-319 (Manaus-Porto Velho) está certamente entre as decisões mais importantes para o Brasil hoje. O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) foi submetido ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), onde está recebendo tratamento acelerado pelo que parece ser uma aprovação predeterminada. A […]

06/10/2020 19:35

O desmatamento na Amazônia brasileira destrói serviços ambientais importantes para todo o mundo e, principalmente, para o próprio Brasil. Esses serviços incluem a manutenção da biodiversidade, evitando o aquecimento global e reciclando a água que fornece chuvas para a Amazônia, para outras partes do Brasil, como São Paulo, e para países vizinhos, como a Argentina. […]

28/09/2020 15:06

Philip M. Fearnside, Lucas Ferrante, Aurora M. Yanai e Marcos Antonio Isaac Júnior Outra ameaça à região Trans-Purus é o grande projeto de petróleo e gás “Bacia Sedimentar do Solimões”, que prevê uma rede de poços espalhados em uma vasta área abrangendo aproximadamente um terço do Estado do Amazonas (Figura 11) [1]. Mesmo que a […]

21/09/2020 18:28

Philip M. Fearnside, Lucas Ferrante, Aurora M. Yanai e Marcos Antonio Isaac Júnior Ainda há o velho plano para uma extensão da rodovia BR-230 de Lábrea, no Amazonas, até a fronteira com Peru, que foi anunciada durante a ditadura militar. Esta estrada ainda aparece como planejada em mapas do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes […]

14/09/2020 21:02

Philip M. Fearnside, Lucas Ferrante, Aurora M. Yanai e Marcos Antonio Isaac Júnior A proposta da rodovia AM-366 e estradas associadas dariam acesso ao enorme bloco de floresta na região Trans-Purus a partir da rodovia BR-319 (Manaus-Porto Velho). A AM-366 cruzaria o rio Purus em Tapauá e ligaria a BR-319 (Manaus-Porto Velho) a Tefé, Coari […]

07/09/2020 17:35

Philip M. Fearnside, Lucas Ferrante, Aurora M. Yanai e Marcos Antonio Isaac Júnior Um ramal ilegal está sendo construído para conectar Tapauá, no rio Purus, com a rodovia BR-319. Isto ameaça não só as duas Terras Indígenas e um Parque Nacional que estão localizados entre Tapauá e a BR-319, mas também forneceria uma porta de […]

31/08/2020 15:04

A Amazônia já tem mais de uma dúzia de grandes hidrelétricas, e a história não é boa, com severos impactos humanos e ambientais e com benefícios muito aquém dos que foram imaginados pelos proponentes na hora das decisões [1]. As lições desta história não foram aprendidas, e hoje o governo avança rapidamente nos seus preparativos […]

26/08/2020 15:54