Questão Agrária

Comunidade Quilombola do Tambor é ameaçada de remoção do território tradicional no Amazonas

Por Elaíze Farias Publicado em: 05/11/2014 às 17:21 Atualizado em: 20/11/2019 as 13:21
Comunidade Quilombola do Tambor é ameaçada de remoção do território tradicional no Amazonas
Elaize
Elaíze Farias

Cofundadora da Agência Amazônia Real e editora de conteúdo. Atuou como repórter em jornais de Manaus como A Crítica, Diário do Amazonas e Amazonas em Tempo. Especializou-se na produção de reportagens sobre temas socioambientais na Amazônia com enfoque em povos indígenas e povos tradicionais, direitos territoriais, direitos humanos, entre outros. Possui três premiações: Prêmio Imprensa Embratel, Prêmio Onça-Pintada de Jornalismo e Prêmio Fapeam de Jornalismo Científico. Foi assessora de imprensa da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab). É jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). ([email protected]/[email protected])

3 Comentários

  1. Avatar silvia helena correa disse:

    como faço para visitar ,sou professora quero fazer um trabalho na minha escola !

  2. Avatar ivan olivieri disse:

    questa gente custodisce i fiumi e le foreste,,,la rimozione di queste popolazioni e’una tragedia che mette in pericolo l’ambiente dove vivono, devono rimanere nella loro terra ,,,, e un sacrosanto diritto umano

  3. Avatar josé barbosa de carvalho disse:

    O Quilombo do Tambor, de Novo Airão, é um exemplo de resistência dos negros na Amazônia. Nem mesmo a criação do Parque do Jaú conseguiu retirar os descendentes de escravos da região. Faz-se necessário a regularização fundiária para que os agricultores e pescadores vivam e trabalhem com tranquilidade!

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.


Abrir chat
1
Olá!
Em que podemos lhe ajudar?