Política

Crise na Venezuela: Dos 500 índios Warao refugiados metade vive embaixo de viadutos em Manaus

Por Elaíze Farias Publicado em: 29/05/2017 às 20:48 Atualizado em: 02/06/2017 as 20:35
Crise na Venezuela: Dos 500 índios Warao refugiados metade vive embaixo de viadutos em Manaus
Elaize
Elaíze Farias

Cofundadora da Agência Amazônia Real e editora de conteúdo. Atuou como repórter em jornais de Manaus como A Crítica, Diário do Amazonas e Amazonas em Tempo. Especializou-se na produção de reportagens sobre temas socioambientais na Amazônia com enfoque em povos indígenas e povos tradicionais, direitos territoriais, direitos humanos, entre outros. Possui três premiações: Prêmio Imprensa Embratel, Prêmio Onça-Pintada de Jornalismo e Prêmio Fapeam de Jornalismo Científico. Foi assessora de imprensa da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab). É jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). ([email protected]/[email protected])

2 Comentários

  1. Avatar andre disse:

    agradeço que reportem essas situaçoes, me posiciono solidario, espero que nosso povo acorde e se una por um brasil e uma america de paz, reconhecendo seu lugar, sua riqueza e seu valor.

  2. Avatar giustina Zanato disse:

    Estou muito preocupada com este fechamento dos corações com os nossos vizinhos venezuelano…com quem precisa de acolhida e protecção. E’ o mesmo que acontece em outros Países…se tenta de construir muros quando deveríamos construir pontes de amor e de generosidade. O mundo é de todos nós as barreiras politicas não constroem fraternidades mas cria ódio e violência…Como gostaria de poder estar aí…mas espero que a Procuradoria dos Direitos Humanos seja sensível e se mobilize para tentar dar respostas rápidas e eficasis.

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.


Abrir chat
1
Olá!
Em que podemos lhe ajudar?