A Amazônia segundo Lúcio Flávio Pinto

O maior trem do mundo

Por Lúcio Flávio Pinto Publicado em: 29/06/2018 às 10:30
O maior trem do mundo
Lúcio Flávio
Lúcio Flávio Pinto

Lúcio Flávio Pinto é jornalista desde 1966. Sociólogo formado pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo, em 1973. Editor do Jornal Pessoal, publicação alternativa que circula em Belém (PA) desde 1987. Autor de mais de 20 livros sobre a Amazônia, entre eles, Guerra Amazônica, Jornalismo na linha de tiro e Contra o Poder. Por seu trabalho em defesa da verdade e contra as injustiças sociais, recebeu em Roma, em 1997, o prêmio Colombe d’oro per La Pace. Em 2005 recebeu o prêmio anual do Comittee for Jornalists Protection (CPJ), em Nova York, pela defesa da Amazônia e dos direitos humanos. Lúcio Flávio é o único jornalista brasileiro eleito entre os 100 heróis da liberdade de imprensa, pela organização internacional Repórteres Sem Fronteiras em 2014. Acesse o novo site do jornalista aqui www.lucioflaviopinto.com.

4 Comentários

  1. Brasil sendo assaltado em tudo a preços de bananas, entreguistas do patrimônio nacional. Um país riquíssimo que poderia dar vida farta a todos os brasileiros, mas desgraçadamente em mãos de espertalhões entreguistas, gananciosos, é o que ocorre quando o país perdeu suas defesas e a sua honra!

  2. Avatar Fabio Rabelo disse:

    Caro Denis, são milhões de toneladas sim. Só no mês de agosto/2020, conseguimos embarcar praticamente 20 milhões de toneladas de minério em navios!

  3. Avatar Denis disse:

    230 milhões de kilos e não toneladas!!

  4. Avatar Antenor José da Silva disse:

    Receber informações sobre a (ainda nossa?) Amazônia é muito bom, sabermos como ela está sendo ocupada, devastada/saqueada e preservada(?), agradeço ao Jornalista Lúcio Flávio Pinto pelas preciosas informações, pois sou Geógrafo e como Florestan Fernandes, Aziz Ab’Saber, Milton Santos e outros ilustres, estou muitíssimo preocupado com a “entrega” também da Amazônia pelo governo brasileiro e a Vale do Rio Doce a países ricos…!

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.

RELACIONADAS