×
Cultura

Professor da UFAM lança livro sobre doenças mentais entre os indígenas

Amazonia Real Por Elaíze Farias Publicado em: 08/05/2014 às 09:49
Elaíze
Elaíze Farias

Cofundadora da Agência Amazônia Real e editora de conteúdo. É referência em reportagens sobre povos originários, populações tradicionais, denúncias de violações de direitos territoriais e direitos humanos, violências socioambientais e impactos de grandes obras na natureza e nas populações amazônicas. Entre as premiações recebidas, está o Prêmio Imprensa Embratel. Em 2021, foi homenageada no 16º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), junto com Kátia Brasil, também fundadora da Amazônia Real. Em 2022, recebeu o Prêmio Especial Vladimir Herzog. É jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

2 Comentários

  1. Diego Santos disse:

    Oi, obrigado por esta postagem útil. Agora me aprofundei no estudo do tópico da saúde, porque é muito importante para mim, porque o problema da depressão regular é familiar para mim. Recomendo também uma página útil do meu perfil, onde você também pode estudar uma coleção de materiais interessantes e informativos sobre o tema da depressão, tudo é breve e em essência, os profissionais descreveram o mais importante, para ler e saber mais.

  2. lilian ferreira lima rodrigues disse:

    meu mado irmão é adotado ele é um indio hoje com 19 anos ele foi abandonado desde bebe perto de nossa casa descobrimos a pouco tempo que ele sofre de problemas psicologicos mentais os medicos de nossa cidade estão tentando descobrir de fato o que ele tem mas até agora nem um diagnostico sera que voce poderia nos ajudar de alguma forma? temos muitas história dele para te contar muito obrigada pela atenção aguardo sua resposta

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.