Cultura

Thiago de Mello, o autor do verso “Faz escuro mas eu canto”

Amazonia Real Por Jotabê Medeiros Publicado em: 13/09/2021 às 13:26
Thiago de Mello, o autor do verso “Faz escuro mas eu canto”
Correções
Apontado por um leitor, corrigimos a contagem de tempo da ditadura. Foram mais de 20 e não 30 anos, como escrito inicialmente
Citações
“O verdadeiro compromisso do escritor é com a vida e o homem do seu tempo. Com a realidade histórica e cultural do seu País. Com a eliminação da injustiça. Com a palavra, sim, que é o seu instrumento. Mas palavra que seja canto e caminho, espada e testemunho”, afirmou, certa vez, o poeta Thiago de Mello.
Local de Cobertura
Jotabê
Jotabê Medeiros

É paraibano de Sumé, mas pequeno e adolescente viveu em Londrina, no interior do Paraná. Jornalista, escritor, repórter de de cultura há 35 anos, é autor dos livros "O Bisbilhoteiro das Galáxias", "Belchior - Apenas um Rapaz Latino-Americano", "Raul Seixas - Não diga que a canção está perdida", "Roberto Carlos - Por isso essa voz tamanha" e da autobiografia familiar "O Último Pau de Arara".

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.