Philip M. Fearnside

Barragem de Bem Querer: um desastre amazônico à vista

Por Philip Martin Fearnside Publicado em: 26/08/2020 às 15:54
Barragem de Bem Querer: um desastre amazônico à vista
Philip
Philip Martin Fearnside

É doutor pelo Departamento de Ecologia e Biologia Evolucionária da Universidade de Michigan (EUA) e pesquisador titular do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em Manaus (AM), onde vive desde 1978. É membro da Academia Brasileira de Ciências. Recebeu o Prêmio Nobel da Paz pelo Painel Intergovernamental para Mudanças Climáticas (IPCC), em 2007. Tem mais de 600 publicações científicas e mais de 500 textos de divulgação de sua autoria que podem ser acessados aqui. https://philip.inpa.gov.br

2 Comentários

  1. Avatar JOAO TAPIAS OLIVERIO disse:

    Nao entendo como um artigo que pretende ser impactante, sequer apresenta um mapa de localização do projeto, com destaque às áreas possivelmente afetadas.

  2. Avatar JOEL BATALHA MADURO disse:

    Tomar decisões e dar opinião em cima dados que denotam parcialidade e viés ambientalista indígenista mais acrescente nada no debate. Toda e qualquer ação do ser humano em relação ao meio ambiente e antrooizada ou seja gera danos e de toda ordem. Fazer um estudo (EIMA RIMA) não significa o colapso do meio ambiente. Por certo há outras alternativas para a matriz energética de RR e na minha parca opinião bem querer não é viável haja vista que temos como dádiva da natureza a opção COTINGO aonde a natureza já fez sua parte.

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.