Meio Ambiente

Justiça determina que usinas do rio Madeira refaçam estudos de impactos em Rondônia

Por Kátia Brasil Publicado em: 10/03/2014 às 23:25
Justiça determina que usinas do rio Madeira refaçam estudos de impactos em Rondônia
Kátia
Kátia Brasil

Kátia Brasil é jornalista formada pela Faculdade de Comunicação e Turismo Hélio Alonso, no Rio de Janeiro, em 1990. Tem experiência em jornal, rádio, e TV em pautas investigativas de política, economia, direitos humanos e meio ambiente. Em março de 1990 mudou-se para a Amazônia. Em Roraima trabalhou no O Estado de Roraima (1990), A Gazeta de Roraima (1991-1992), TV Educativa (1992-1993) e no O Globo (de 1991 a 1994). No Amazonas, onde reside, trabalhou no Amazonas Em Tempo (1993 a 1995), TV Cultura (de 1995 a 1996), O Estado de S. Paulo (de 1994 a 2000) e Folha de S. Paulo (de 2000 a 2013). Entre os prêmios que ganhou está o Esso de Jornalismo Região Norte com reportagem “Bandeira do Brasil Hasteada na Fronteira”, publicada pelo jornal A Gazeta de Roraima. É cofundadora e editora-executiva da agência Amazônia Real. ([email protected])

2 Comentários

  1. Avatar Pamela Cristina disse:

    Olá,
    Meu nome é Pamela Cristina, 20 anos – SP. E estou elaborando um trabalho para faculdade sobre as UHE de Jirau e Santo Antônio. E por coincidência, encontrei a matéria do site de vocês.
    Estou pesquisando mais a fundo sobre o tema “Justiça determina que usinas do rio Madeira refaçam estudos de impactos em Rondônia”, mas até o momento não encontrei informações relacionadas se os responsáveis pela instalação e operação das usinas, realmente refizeram o EIA/RIMA. Nota-se que as usinas encontram-se em operação.

    Podem me passar um aval?

    Fico no aguardo e desde já agradeço,
    Pamela Cristina

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.

RELACIONADAS