Meio Ambiente

Como os indígenas preservam o pirarucu

Amazonia Real Por Keka Werneck Publicado em: 20/05/2022 às 11:54
Como os indígenas preservam o pirarucu
Citações
“Os Paumari eram sempre endividados, só deviam. Produzia muito e dava pouco dinheiro. Seu produto não tinha valor. Hoje graças a Deus temos nossa associação, temos dinheiro em caixa e que dá para fazer reinvestimento. Isso em si é uma grande vantagem, mas, para mim, o que mudou mesmo foi o nosso dia a dia. Cada Paumari era bem distante um do outro e agora estamos juntos, unidos no mesmo objetivo, queremos mostrar que isso dá certo, queremos incentivar outros povos, é um caminho de sobrevivência”, diz Germano Paumari, liderança da aldeia Manissuã e coordenador financeiro da Associação Indígena do Povo das Águas.

Links:

https://terrasindigenas.org.br/pt-br/terras-indigenas/3655

https://amazoniareal.com.br/pirarucu-manejado-da-amazonia-pode-ter-garantia-de-preco-minimo/

https://amazoniareal.com.br/pesca-do-pirarucu-e-proibida-no-amazonas-desde-1996/

https://amazoniareal.com.br/terra-e-autodeterminacao-o-plano-paumari-de-manejo-do-pirarucu/

 
Local de Cobertura
Keka
Keka Werneck

Keka Werneck é jornalista mineira, formada pela UFJF, e atua em Cuiabá (MT) há mais de 20 anos. Já trabalhou em jornal impresso, site, TV, rádio, assessoria de imprensa e, não importa onde esteja, sempre se interessa em ir atrás de pautas voltadas aos direitos humanos. Se interessa muito em "amar e mudar as coisas", citando Belchior. É casada, mãe de três filhos, vice-presidente da ONG Mães pela Diversidade MT e ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso (Sindjor-MT).

1 Comentário

  1. Michèle Sato disse:

    é sempre emocionante ler as matérias feitas pela KEKA, pelo talento jornalístico, sem dúvida, mas pelo tempero que ela oferece, no misto de beleza com sentimentos. PARABÉNS!!!! sempre fã

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.