Povos Indígenas

Um indígena Tenharin é morto e outro fica ferido em conflito com servidores da Funai, no noroeste do Mato Grosso

Por Elaíze Farias Publicado em: 13/10/2018 às 23:42
Um indígena Tenharin é morto e outro fica ferido em conflito com servidores da Funai, no noroeste do Mato Grosso
Elaize
Elaíze Farias

Cofundadora da Agência Amazônia Real e editora de conteúdo. Atuou como repórter em jornais de Manaus como A Crítica, Diário do Amazonas e Amazonas em Tempo. Especializou-se na produção de reportagens sobre temas socioambientais na Amazônia com enfoque em povos indígenas e povos tradicionais, direitos territoriais, direitos humanos, entre outros. Possui três premiações: Prêmio Imprensa Embratel, Prêmio Onça-Pintada de Jornalismo e Prêmio Fapeam de Jornalismo Científico. Foi assessora de imprensa da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab). É jornalista formada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). ([email protected]/[email protected])

2 Comentários

  1. Avatar Cleide Braz Bezerra Rocha de Albuquerque disse:

    Quanto vale uma vida? Árvores podemos reflorestar, terra podemos adubar, quase tudo podemos subsituir nessa natureza e reinventar, mas menos uma vida que foi tiradas antes de seu tempo de cumprir sua missão aqui nessa terra. Essas coisas infelizmente acontecem nas áreas indígenas,, por falta de uma política indugenista seria, contundente, com sustentabilidade efetuada de firma satisfatória para garantir um bem viver dia povos indígenas e na floresta.E também de um bem viver do povo não indígena, que vão buscar na floresta do indígenas a sua sobrevivência de firma errada e caba gerando esses conflitos. Quem perde com isso, são as pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade, os indígenas e alguns não indígenas que buscam na selva o sustento que não encontram na cidade, também arriscando suas vidas. E uma situação complexa ,onde todos perdem . Até os que não estão diretamente envolvidos também perdem, porque em pleno século XXI, ainda estamos vivenciando Mirtes, conflitos por questões de invasões de terra,luta pela sobrevivência, O nosso país tão rico, com pessoas ainda vivendo em tempos de barbaridade, matando u s aos outros, como se a VIDA, não valesse nada. Infelizmente é lamentável essa situação.

  2. Avatar Elvira Eliza França disse:

    Uma situação muito triste o envolvimento de indígenas com madeireiros, porque assim traem a luta dos povos indígenas em defesa da floresta e dos recursos naturais. Mais triste ainda é a ocorrência de mortes de lideranças, sejam elas quais forem, o que demonstra que nossa civilização ainda não é civilização, porque as pessoas não tomam decisões baseadas no diálogo e na negociação. Sempre que os impulsos prevalecem, assim como o interesse de poucos em detrimento da coletividade, há risco de violação dos direitos e as armas entram em cena como instrumento dos que desejam o poder. Enquanto isso, os filhos da mãe Terra são sacrificados, em nome do quê?

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.