Povos Indígenas

Garimpo causa má formação e desnutrição em crianças Yanomami, denunciam lideranças indígenas

Amazonia Real Por Ana Lucia Montel Publicado em: 22/09/2021 às 12:57
Garimpo causa má formação e desnutrição em crianças Yanomami, denunciam lideranças indígenas
Citações
“O mercúrio está contaminando os rios e nossas famílias, na comunidade  Palimiu, na Terra Indígena (TI) Yanomami em Roraima, já nasceram crianças com má formação,  nossos parentes estão morrendo de doenças simples, de fácil tratamento, porque não têm atenção de saúde básica, se não fossem os remédios tradicionais e os xapiri (médicos das florestas), mais gente ia morrer”, alertou o documento elaborado pelas lideranças Yanomami e Ye’kwana. 
Local de Cobertura
Ana Lucia
Ana Lucia Montel

Ana Lucia Montel, mulher negra amazônida, nortista, é comunicadora popular, militante social desde os 12 anos de idade, e finalista no Curso de Comunicação Social (Jornalismo) na Universidade Federal de Roraima (UFRR). Atua diretamente com pautas voltadas para migrantes, indígenas, mulheres, negros e povos amazônicos, através do audiovisual. É fundadora da Resistir Produções Roraima, uma produtora cultural independente.

1 Comentário

  1. Olá boa noite. Estaremos todas as quintas feiras sempre 19 horas acompanhando a luta indígena no Brasil. Nossas datas serão: 23 de setembro, 30 de setembro, 7 de outubro, 14 de outubro, 21 de outubro e 28 de outubro, sempre 19 horas. No mês de novembro, mês da COP 26 nossas rodas de conversa serão alteradas em função de acompanhar todos os debates. Nosso canal transmite daqui de Angra dos Reis, RJ. Nossa luta é pela preservação do meio ambiente e contra o Programa Nuclear Brasileiro, que já instalou criminosamente tres usinas nucleares em nossa mata. Visite o canal. fone/zap (24) 999189885 crisperfeito.62
    https://www.youtube.com/watch?v=FCy_i55JYiw O que o país irá apresentar: aumento de 56% nas ocupações irregulares dentro de áreas protegidas, segundo levantamento do Instituto Socioambiental (ISA) entre 2019 e 2020. São mais de 10,6 milhões de hectares ocupados de forma irregular com denúncias de legalização da mineração ilegal em áreas protegidas na Amazônia. O desmonte e reformulações de orientações internas dos órgão ambiental estatais, principalmente, o ICMBIO. Denúncias de assassinatos, estupros e violação dos direitos dos índios. E fica pior. O índice registrado em março de 2021 mais de mil mortes de indígenas por Covid-19, aponta entidade. A taxa de mortalidade do coronavírus entre esses povos é até 7 vezes maior do que a da população brasileira, comparada em diferentes faixas etárias. Entre as etnias indígenas, povo Xavante tem maior número de mortes. Vamos conversar sobre isso na primeira parte da roda de conversa sobre esse tema. -Com a Cristina Perfeito do Coletivo Mulheres Negras Mãe Terra de Angra dos Reis/RJ.
    -Com a Monique Chessa da SAPÊ (Sociedade Angrense de Proteção Ecológica) de Angra dos Reis/RJ. e-mail:[email protected] twitter: crisperfeito
    instagram: crisperfeito.62
    site ancoraconte.blogspot.com
    fone/zap é (DDD 24) 999189885 Ciclo de Palestras Mãe Terra

Deixe o seu comentário!

Prezados leitores e leitoras da Amazônia Real, o espaço de comentário do site é para sugestões, elogios, observações e críticas. É um espaço democrático e de livre acesso. No entanto, a Amazônia Real se reserva o direito de não aprovar comentários de conteúdo preconceituoso, racista, sexista, homofóbico, com discurso de ódio e nem com links de outros sites. Muito obrigada.